Postagens

Mostrando postagens de Agosto 11, 2016

Kennedy: a trapaça de Maia para salvar Temer e Cunha

Governo e Câmara tentam salvar Cunha; Meirelles se enfraquece
Marcar a votação da cassação do mandato de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para uma segunda-feira, dia 12 de setembro, no meio das eleições municipais, é uma clara articulação para facilitar a vida do ex-presidente da Câmara.
Será um escândalo realizar essa votação num dia de baixa presença no Congresso Nacional. Como são necessários 257 votos dos 513 deputados para que Cunha seja cassado, essa data é um presente para o peemedebista e um tapa na cara da sociedade diante da quantidade de acusações graves que pesam contra ele.
Mais: mostra que o governo e boa parcela da Câmara temem segredos que Cunha possa tornar públicos. Aprovar o impeachment de Dilma e dar a Cunha a chance de escapar confirma o uso de dois pesos e duas medidas e reforça a tese de um golpe parlamentar contra a petista.
É inusual marcar a votação para uma segunda-feira, porque cassações são geralmente votadas às quartas, dia de maior quórum no Congresso. Aliás, o p…

Só vereadores podem tornar prefeito inelegível por contas, decide STF

Por seis votos a cinco, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ontem que a competência para julgamento de contas de prefeitos é exclusiva das Câmaras de Vereadores. A discussão do assunto foi motivada por ações protocoladas por prefeitos que tiveram as contas rejeitadas somente por Tribunais de Contas. A responsabilidade do veredito sobre a inelegibilidade não está clara na Lei da Ficha Limpa, sancionada em 2010 pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A norma diz apenas que a inelegibilidade deve ser discutida no ´órgão competente´, mas não informa se a decisão seria dos Tribunais de Contas Estaduais (TCEs) ou das Câmaras Municipais. O julgamento de ontem no STF servirá de base para outras ações parecidas no país. O presidente do Tribunal de Contas do RS, Marco Peixoto, diz que a Associação dos Tribunais de Contas do Brasil estuda forma de recorrer da sentença. Para ele, a decisão do Supremo vai fragilizar o sistema de controle externo.P

Olha quanto custa o gabinete do Vice Governador de Brasília

Imagem
CUSTA MAIS DE R$ 900 MIL POR MÊS
Colunista do Jornal de Brasília, Hélio Doyle afirma que o vice-governador Renato Santana tem 177 servidores em seu gabinete; em julho, isso custou R$ 909,6 mil aos cofres públicos, diz o jornalista; segundo ele, apenas 30 são funcionários estatutários do Distrito Federal; Doyle aponta que há 91 comissionados de livre escolha do vice, entre policiais civis, e 42 PMs e bombeiros, "dos quais 29 ocupam funções militares"; "Uma estrutura dispendiosa e inútil. O gabinete do vice-governador poderia funcionar com uns 10 a 15 funcionários e sua segurança pessoal poderia ser feita pela Casa Militar, como a do governador", critica 11 DE AGOSTO DE 2016 ÀS 16:03 // RECEBA O 247 NO TELEGRAM 

NÃO VAI PASSAR NA GLOBO

Imagem
PF PEDE ARQUIVAMENTO DE INQUÉRITO CONTRA HUMBERTO COSTA
Polícia Federal solicitou ao STF o arquivamento do inquérito da Operação Lava Jato que investiga o senador Humberto Costa (PT-PE) por considerar que não foi identificado nenhum ilícito cometido por ele; líder do PT no Senado teve o seu nome citado na delação premiada do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa como sendo beneficiário de R$ 1 milhão doado irregularmente à sua campanha eleitoral em 2010; ministro do STF Teori Zavascki determinou que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, se manifeste sobre o pedido de arquivamento