Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 18, 2014

CARTA CAPITAL E UMA BOA ANÁLISE POR MARCOS COIMBRA

O panorama visto de janeiroEste mês sempre apontou o favorito no ano das  eleições presidenciais. Na perspectiva atual, Dilma Rousseff já ganhou. Desde o fim da ditadura, em todas as eleições que fizemos, as pesquisas disponíveis em janeiro conseguiram antecipar o que as urnas mostraram.

Em três, os favoritos no início do ano eleitoral terminaram vencendo. Em janeiro de 1998, Fernando Henrique Cardoso liderava e nenhum adversário apresentava  fôlego para derrotá-lo. Lula chegou a quase empatar nas pesquisas de junho, mas a vantagem do tucano prevaleceu.

ELIANE VÊ KASSAB COMO NOVO PROBLEMA TUCANO

Para a colunista Eliane Cantanhêde, a candidatura de Gilberto Kassab ao Palácio dos Bandeirantes torna ainda mais difícil a reeleição do governador Geraldo Alckmin; "Quanto mais candidaturas, maior a possibilidade de segundo turno. E, nesse caso, Alckmin deverá bater de frente com o petista Padilha, que será alavancado por Dilma e certamente vai arrastar o PSD e o PMDB", diz ela.

Brasil 247 -SUSPENSE DE DILMA VALORIZA REFORMA MINISTERIAL

Imagem
247 – A presidente Dilma Rousseff está com uma mão de cartas cheia de curingas – e, por isso mesmo, não tem pressa para baixar seu jogo. Com um ministério inteiro à disposição, Dilma joga o jogo da reforma ministerial de olho em consolidar apoios eleitorais para outubro e, também, sinalizar o feitio do segundo mandato para o qual ela concorre. Ela sabe que as vagas podem selar lealdades eleitorais, mas não quer alterar radicalmente o perfil de seu governo num ano delicado na economia, em que qualquer deslize pode gerar uma avalanche.