Postagens

Mostrando postagens de Setembro 22, 2015

Aécio, Serra e Alckmin, três tucanos derrotados pelo PT nas ultimas eleições e o interesse de cada um, no impeachment

Imagem
"A filha de Hélio Bicudo, Maria Lucia Bicudo, e o jurista Miguel Reale Jr. entregam a Eduardo Cunha o pedido do impeachment de Dilma, sob os olhos de Carlos Sampaio, líder do PSDB na Câmara”
Para cientista político e filósofo Marcos Nobre, sistema político retoma impeachment graças a racha empresarial, Temer e Lava Jato


No campo político, Nobre vê “perda de paciência” com a incapacidade do PSDB de resolver seu racha interno. Os presidenciáveis tucanos Aécio Neves, José Serra e Geraldo Alckmin têm posições diferentes. Aos dois primeiros, convém a queda de Dilma. Serra sonha em ser protagonista em um governo Temer, enquanto Aécio quer nova eleição para chegar ao Planalto. Para Alckmin, melhor mesmo é esperar por eleições normais em 2018.
Apesar da retomada do projeto impeachment por parte de políticos e, ao que parece, de certos empresários, o cenário confuso tenderia a beneficiar a presidenta, segundo Nobre. O acúmulo de divisões entre os adversários seria, aliás, o único meio de uma…

Entidades pedem à Dilma, veto ao financiamento privado de campanha

Senadores e entidades da Coalizão pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas decidiram solicitar à presidente Dilma Rousseff o veto ao projeto da Câmara dos Deputados que permitiu, entre outros itens, o financiamento privado de campanha; "Vamos nos manter mobilizados para que as eleições de 2016 já possam ser feitas sem recursos das empresas, uma das principais fontes da corrupção no país", disse a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM); senadores Fátima Bezerra (PT-RN), Telmário Mota (PDT-RR), Elmano Férrer (PTB-PI) e João Capiberibe (PSB-AP) também apoiam o veto