Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril 26, 2009

JOAREZ, ARTISTA E ELETRICISTA PIMENTENSE

O RANCHO CAIPIRA É A MAIS NOVA OBRA DE JOAREZ,

Apesar do gosto pela arte, Joarez que é Joarez e não Juarez, sabe que nem sempre pode-se fazer arte. O rancho caipira uma de suas mais nova arte, tem tudo haver com sua profissão. Eletricista de Alta e Baixa tensão ele conseguiu retratar com perfeição o ambiente onde trabalha a maior parte do tempo, a zona rural.
Joarez reproduziu a subestação, a casa, todos os moveis e utensílios de primeira necessidade em forma de miniaturas e ainda por cima colocou energia em todas as peças da casa. A subestação construída nos seus mínimos detalhes, retrata a habilidade de seu autor e principalmente o seu gosto pela as coisas simples e ao mesmo tempo sofisticada da vida rural.
Só mesmo quem trabalha na área e cresceu comendo arroz pilado no pilão e presenciou a alegria de ver por fim a chegada da luz elétrica em suas casas poderia retratar com tanta fidelidade esta realidade.

Fico feliz pelo sucesso de suas obras e principalmente por descobrir em Pimenta B…

DOCUMENTO FALSO

FOLHA DE SÃO PAULO UTILIZOU DOCUMENTO FALSO PARA TENTAR DENEGRIR A MINISTRA DILMA. QUEBROU A CARA E PERDEU MAIS AINDA A CREDIBILIDADE. A Folha de S. Paulo admitiu na edição de sábado (25) ter cometido dois erros ao ilustrar a reportagem Grupo de Dilmaplanejou sequestro de Delfim Neto com o que seria uma ficha policial de DilmaRousseff dos tempos da ditadura:"O primeiro erro foi afirmar na primeira página que a origem da ficha era o 'arquivo [do] Dops'. Na verdade, o jornal recebeu a imagem por e-mail. O segundo erro foi tratar como autêntica uma ficha cuja autenticidade, pelas informações hoje disponíveis, não pode ser assegurada - bem como não pode ser descartada".Em carta que enviou nos últimos dias ao ombudsman da Folha, Dilma protesta por não ter sido levada em conta, no título da matéria, sua "veemente negativa". E completou: "[a reportagem] tem características de 'factóide', uma vez que o fato, que teria se dado há 40 anos, simplesmente nã…