Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho 15, 2016

A saúde do jeito que está, tá ruim? E se o governo encurtar em 40% o dinheiro, será que fica pior?

Se a minha avó estivesse viva, certamente ela se valeria das profecias bíblicas para justificar ou explicar a atual conjuntura política e econômica pela qual passa o Brasil. Era assim na idade média, quando o clero era signatário de parte dos privilégios concedidos a nobreza e a realeza. Para se garantir ao lado de quem detinha o poder, era necessário convencer o povo que todo o sofrimento imposto pelo sistema era da vontade de Deus. 
Deus era extremamente tolerante com os ricos e radicalmente severo com pobres e miseráveis, pecadores daquela época. Poucos foram os que deram ouvidos as advertências de Jesus: “ é mais fácil passar um camelo no fundo de uma agulha do que um rico se salvar”. Ao encontrar o jovem rico, disse: “ Se queres se salvar, venda tudo que tem, distribua aos pobres e terás um tesouro no Céu”. Veja porem, que é histórica a postura da classe dominante de impor sacrifício aos pequenos para manter os privilégios aos grandes.
O Jornal Folha de São Paulo, porta …

Temer vai tomar 40% da Previdência

Por Paulo Henrique Amorim no Conversa afiada

A dupla Temer-Meirelles quer colocar na Constituição uma regra de contenção de gastos públicos: AS DESPESAS PRIMÁRIAS DO GOVERNO SOMENTE PODERÃO AUMENTAR NO MÁXIMO DE ACORDO COM A INFLAÇÃO DO ANO ANTERIOR.

Fiz uma simulação dessa regra aplicada à PREVIDÊNCIA SOCIAL.
Seria um desastre.
Os valores dos benefícios estariam bem abaixo do que foi pago nos governos Lula e Dilma.
Hoje, o valor do benefício médio seria quase 40% menor.
Os gastos da Previdência têm que observar o crescimento da população e suas necessidades - essa é que deve ser a regra, uma regra social.