Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho 14, 2010

Novela” de diárias continua na Câmara de Vereadores de Pimenta Bueno

Diário do Dado 14/06/2010

O primeiro capítulo da “novela” das diárias na Câmara de Vereadores de Pimenta Bueno foi apresentado por um petista incorrigível, renomado gerente regional da antiga Ceron, atualmente Eletrobrás, e autor de um blog. Trata-se de Joaquim Lopes Louredo, que dentre tantas façanhas também foi vice-prefeito pimentense na gestão da ex-prefeita Inês Zanol.
Nesse “primeiro capítulo”, Louredo trabalhou arduamente em uma exaustiva pesquisa e apontou através de seu veículo de comunicação, os “campeões” das diárias pagas pelo Poder Legislativo, sobretudo com viagens a Porto Velho e Brasília.
Na ocasião os três vereadores que mais haviam recebido o benefício foram Celso Bueno, Adão Teixeira e Cleiton Roque, ambos do PSB. O vereador que menos recebeu diárias, segundo o blog de Joaquim Louredo, foi Vicente Pinheiro, do PMDB.
Na sessão desta segunda-feira (14), o vereador Jean Mendonça (PTB), que ocupou o penúltimo lugar de quem mais recebeu diárias em Pimenta Bueno, requereu ver…

GRANDE MÍDIA JÁ CHEGOU A CONCLUSÃO QUE SERRA NÃO VAI. A CULPA É DELE?

12 de junho de 2010 0h 01
Christiane Samarco / BRASÍLIA - O Estado de S.Paulo
Ele sonha com a Presidência da República desde menino e trabalha metódica e obstinadamente para chegar lá há exatos 12 anos, 2 meses e 12 dias, desde que assumiu o comando do Ministério da Saúde, em 1998. Mas quando tudo parecia resolvido, com o governador de Minas Gerais, Aécio Neves, já fora do páreo, no final de janeiro deste ano José Serra vacilou.
A indecisão assombrou os cinco políticos mais próximos do candidato, a quem ele mais ouve. Foi o mais ilustre membro deste quinteto – o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso – quem deu o ultimato e acabou com a indefinição: "Serra, agora é tarde. Você não pode mais desistir".
O comando tucano estabelecera prazo até o Carnaval para que Serra desse uma demonstração pública que não deixasse dúvidas quanto à decisão de enfrentar o mito Lula e a máquina petista do governo. Serra ainda silenciou por quase uma semana. Voltou à cena, pedindo ao presidente do p…

DEM; “Se tivéssemos um nome alternativo, já teríamos mandato o Serra para aquele lugar”,

http://www.uol.com.br/

Nem os democratas estão aguentando o Serra
Oficializado como candidato sem definir o nome do vice, José Serra convive com a perspectiva de inaugurar uma crise em sua coligação.

Em privado, Serra torce o nariz para a hipótese de acomodar um político do DEM em sua chapa. Revela preferência pela escolha de um tucano.
Aliado tradicional do PSDB, o DEM farejou o cheiro de queimado. E ameaça reagir caso venha mesmo a ser preterido.

O único tucano que a tribo ‘demo’ aceitaria de bom grado seria Aécio Neves, que já refugou a incumbência. Qualquer outro resultará em encrenca.
É crescente a irritação dos caciques da tribo ‘demo’ com o estilo de Serra. Tacham-no de “centralizador”. Acusam-no de conduzir uma campanha “solitária”.

Enquanto Serra esteve à frente nas pesquisas, as diferenças foram escamoteadas. A subida de Dilma Rousseff içou-as à superfície.

“Se tivéssemos um nome alternativo, já teríamos mandato o Serra para aquele lugar”, disse ao repórter um dirigente do DE…