Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 11, 2010

Serra diz não conhecer o corrupto que sumiu com 4 milhões do PSDB

O candidato à presidência pelo PSDB, José Serra, disse na tarde desta segunda-feira (11), em Goiânia, que desconhece Paulo Vieira de Souza, ex-diretor do Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) na gestão tucana em São Paulo (conhecido como Paulo Preto), que teria sumido com R$ 4 milhões de campanha eleitoral - questionamento feito pela candidata petista Dilma Rousseff neste domingo (10) em debate promovido pela Rede Bandeirantes . "Eu não sei quem é o Paulo Preto. Nunca ouvi falar. Ele foi um factóide criado para que vocês (imprensa) fiquem perguntando". Serra disse ainda que não iria gastar horas de um debate nacional discutindo "bobagens". Durante entrevista após uma caminhada pelas ruas do centro de Goiânia, Serra afirmou que ficou surpreendido com a atitude agressiva de sua adversária no debate. Porém, mais tarde, no aeroporto da capital goiana, comentou que o tom de Dilma era uma das hipóteses que o PSDB esperava. "Ela foi treinada para dar declarações duran…

“Enganei o bobo na casca do ovo” Serra e a mídia devem estar pensando isso de você. Enquanto você discute a pauta do aborto e outros temas correlatos, eles estão traçando a estratégia para vender o Brasil após as eleições.

Se você é do tipo que acha que temas como o aborto e homofobia devem é mais relevante que privatização e outros  temas de cunho econômico, social e político, você está  entre os bôbos da corte  escolhidos por José Serra e sua corja para banalizar o debate eleitoral. 

Você é contra ou a favor do aborto? Você é contra ou a favor da relação homo afetiva? E se todos fossem contra o que mudaria? E se todos fossem a favor o que mudaria?

A mídia e o candidato Serra sabem que o eleitor comum não tem capacidade intelectual par discutir temas mais complexos e relevantes e se valem da baixa informação do eleitores para dominá-los,  desviando o debate e as atenções do público para temas de alta relevância para o futuro do País.

O que você entende de economia, macro economia, economia de mercado, marco regulatório, mercado, bolsa de valores, desenvolvimento sustentável, câmbio, neoliberalismo, liberalismo econômico, Pré-sal, saúde publica, privatizações, papel do estado etc?

Nada? Então gaste seu tempo d…

Dilma abalou a moral tucana no debate e senador sai de fininho para não ser entrevistado

Quem é e como agia o engenheiro Paulo Vieira de Souza, acusado por líderes do PSDB de ter arrecadado dinheiro de empresários em nome do partido e não entregá-lo para o caixa da campanhaSérgio Pardellas e Claudio Dantas Sequeiraas últimas semanas, o engenheiro Paulo Vieira de Souza tem sido a principal dor de cabeça da cúpula tucana. Segundo oito dos principais líderes e parlamentares do PSDB ouvidos por ISTOÉ, Souza, também conhecido como Paulo Preto ou Negão, teria arrecadado pelo menos R$ 4 milhões para as campanhas eleitorais de 2010, mas os recursos não chegaram ao caixa do comitê do presidenciável José Serra. 
Como se trata de dinheiro sem origem declarada, o partido não tem sequer como mover um processo judicial. “Ele arrecadou por conta própria, sem autorização do partido. 
Não autorizamos ninguém a receber dinheiro de caixa 2. As únicas pessoas autorizadas a atuar em nome do partido na arrecadação são o José Gregori e o Sérgio Freitas”, afirma o ex-ministro Eduardo Jorge, vice-p…

SENADOR DE SÃO PAULO ELEITO PELO PSDB SAIU FUGIDO DA BAND APÓS SER CITADO POR DILMA EM SUMISSO DE 4 MILHÕES DE REAIS

No final do primeiro bloco do debate na Rede Bandeirantes, Dilma Rousseff (PT), cobrou de José Serra (PSDB) esclarecimentos sobre Paulo Vieira de Souza, ex-membro do governo tucano em São Paulo que, segundo a petista, "fugiu com R$ 4 milhões de sua campanha". Na plateia, o questionamento deixou os petistas efusivos. Integrantes do PSDB, preocupados com o cerco da imprensa a partir deste instante, prepararam uma saída à francesa do senador eleito Aloysio Nunes, que mantinha relações estreitas com Vieira de Souza. Minutos depois, o senador eleito deixou o estúdio e não retornou.
Mais conhecido como Paulo Preto, Paulo Vieira de Souza foi diretor de engenharia da Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa). Ele era o responsável direto por grande parte das obras viárias do governo de São Paulo. Chamado de "homem-bomba do PSDB", em matéria da revista Veja, publicada em maio deste ano, Paulo Preto foi demitido oito dias depois de ter inaugurado o trecho sul do Rodo…