Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho 18, 2016

Como é bom viver num país sem corrupção

Hoje sou grato a estes grandes brasileiros pelo fim da corrupção. Não fossem eles, estáriámos até hoje chafurdados na lama.  Felizes devem estar aqueles que votaram em Aécio Neves e que estufaram o peito para dizer, “ não reclamem pra mim”. Como se viu em todo o trabalho da Lava Jato, Aécio é um primor de honestidade.

Muito obrigado povo brasileiro, não fosse por vocês, vestidos com aquele verde e amarelo da CBF, outro símbolo de transparência e honestidade no futebol, a gente não teria o que comemorar.  Graças a vocês, temos  um governo padrão FIFA.

Também não poderíamos deixar de agradecer aos patrocinadores das megas manifestações. Não fossem o Jucá, o Aécio, Sarney, Agripino Maia, Paulinho da força sindical e seus honestos partidos, o PSDB, PMDB, DEM, SD  e tantos outros, esta vitória contra a corrupção não teria sido possível. Ainda bem que temos bons brasileiros que como vocês, acreditaram num país limpo.

Agora  nem vamos precisar pagar tantos impostos ou pagar o pato como diz…

Uol notícias: Delator liga Aécio a esquema na Petrobras

Aécio apareceu de novo
O ex-deputado Pedro Corrêa afirmou em depoimentos de sua delação premiada que o então deputado (hoje senador) Aécio Neves (PSDB-MG), foi um dos responsáveis pela indicação do diretor de Serviços da Petrobras, Irani Varella, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso. Segundo Corrêa, Varella era responsável por conseguir "propinas com empresários para distribuir com seus padrinhos políticos" por meio de seu genro, identificado apelas como Alexandre.
Esta é a primeira vez que o nome do senador tucano é relacionado por um delator da Operação Lava Jato a um suposto esquema de pagamento de propinas na Petrobras.
O senador, presidente nacional do PSDB, já foi citado outras vezes no âmbito das investigações da Lava Jato por delatores como o doleiro Alberto Youssef, o senador cassado Delcídio Amaral (sem-partido-MS), o lobista Fernando Moura e o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado.
Aécio é alvo de dois inquéritos no Supremo Tribunal Federal aberto…

O impeachment é a solução para o país?

O percentual de brasileiros que NÃO acreditam que a cassação de Dilma seja a solução para os problemas econômicos do Brasil aumentou para 69%. Na pesquisa CUT-Vox Populi, realizada em dezembro, o percentual era de 57%¨. Nos levantamentos feitos em abril, o índice foi de 58% (9 e 12/04) e 66% (27 e 28/04).
Para 26% o golpe é a solução. Nas pesquisas anteriores, os percentuais foram de 34% (dezembro), 35% 9 de abril e 28% em 27 de abril.
CUT / Vox Populi