Postagens

Mostrando postagens de Junho 2, 2016

A Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) do Distrito Federal promove a oitava edição do Dia de Liberdade de Impostos;

Reproduzindo texto do portal brasil 247
A Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) do Distrito Federal promove a oitava edição do Dia de Liberdade de Impostos; a iniciativa consiste em vender combustíveis sem a incidência de impostos, o que reduz o valor de R$ 3,27 para R$ 2,35 por litro; a venda do combustível ocorre nos postos Jarjour das quadras 206 na Asa Norte e 210 da Asa Sul, em Brasília, desde as 6 horas; cada veículo pode abastecer até 20 litros. Além disso, vamos fazer a venda de um veículo sem impostos. O veículo tem 29% do seu valor em impostos”, conclui Picanço.
Para a compra do veículo, durante todo o dia, as pessoas que comparecerem ao posto preencherão uma ficha, com um palpite sobre qual o valor estará no impostômetro quando o último veículo for abastecido. A pessoa que acertar comprará um Peugeot 208 por R$ 34.391,93, R$ 13 mil a menos que o valor comercializado com os impostos.

TOFFOLI PEDE VISTAS EM PROCESSO QUE PODE LEVAR IVO CASSOL À PRISÃO

Imagem
Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli pediu vista do julgamento dos últimos recursos protocolados pela defesa do senador Ivo Cassol (PP-RO) para evitar o cumprimento imediato da pena de quatro anos e oito meses em regime semiaberto, definida em 2013 pelo STF; Cassol e mais três réus foram condenados pelo crime de fraude em licitação quando ele era prefeito de Rolim de Moura, em Rondônia, entre 1998 e 2002.
André Richter, repórter da Agência Brasil - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli pediu vista hoje (1º) do julgamento dos últimos recursos protocolados pela defesa do senador Ivo Cassol (PP-RO) para evitar o cumprimento imediato da pena de quatro anos e oito meses em regime semiaberto, definida em 2013 pelo Supremo.
Revisor da ação penal na qual Cassol foi condenado, Toffoli decidiu pedir mais tempo para analisar o processo após voto da relatora, ministra Carmen Lúcia, que rejeitou os recursos e os considerou protelatórios. Não há data para retoma…

Benefícios do INSS superiores ao mínimo foram reajustados em janeiro deste ano em 11,28%

Imagem
Os benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foram reajustados em 11,28%, de acordo com portaria dos ministérios do Trabalho e Previdência Social e da Fazenda, publicada na edição de  11 de janeiro do Diário Oficial da União. O reajuste, válido a partir de janeiro, é para benefícios superiores ao salário mínimo (R$ 880). O teto do benefício do INSS foi estabelecido em R$ 5.189,82. Em 2015, esse limite era R$ 4.663,75.


A portaria também definiu as alíquotas de contribuição de segurados empregados, empregados domésticos e trabalhadores avulsos. Se o salário for de até 1.556,94, a alíquota de recolhimento ao INSS é 8%. Acima desse valor até 2.594,92, a alíquota sobe para 9%. De 2.594,93 até 5.189,82, a contribuição é de 11%. Fonte: vermelho.com
Será que esta será a ultima correção acima da inflação ou esta categoria está inclusa nas que terão que foram escolhida para ir para o sacrifício de Michel interino?

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo galeriahipocritas@gmail.com