Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 22, 2017

ATÉ QUE PONTO, NA ERA DA INFORMAÇÃO, UMA DECISÃO ILEGÍTIMA TEM CONDIÇÕES POLÍTICAS DE SE PERPETUAR?

O mercado de opinião é constituído por um primeiro círculo, dos formuladores de opinião. Depois, um segundo circuito, dos disseminadores, outros formadores. Daí transborda para o terceiro círculo, das chamadas celebridades, com capacidade de massificação da opinião. Confira neste poste a análise de  Luis Nassif.
Nos últimos meses começou um questionamento maior dos métodos da Lava Jato. Mesmo pelo filtro parcial, tosco, manipulador da mídia, ficou claro, para os leitores mais antenados, a diferença entre acusações meramente declaratórias e a apresentação de provas concretas.
Até em manifestações do Ministério Público Federal já há a admissão do óbvio: o delator fala o que o procurador ou juiz quer ouvir; por isso a delação só poderá ter valor se acompanhada de provas. Simples assim. ​
Em outros tempos, grandes injustiças históricas levavam anos, até décadas, para serem reparadas. As notícias caminhavam lentamente, a única alternativa às blindagens do sistema eram livros de baixa circ…

LULA: “FORAM NUM BANCO DA SUÍÇA PROCURAR O LULA E ACHARAM O AÉCIO”

No dia em que brasileiros de várias capitais do País foram às ruas protestar contra a perseguição política e judicial ao ex-presidente Lula e pela saída de Michel Temer, Lula fez um discurso contundente; "Foram num Banco da Suíça procurar o Lula e acharam o Aécio”, disse o ex-presidente, ao falar sobre a falta de provas contra ele; "O problema deste país não é o Lula, é o golpe.
É o presidente que eles colocaram no lugar da Dilma, sem que ele tivesse disputado a eleição", discursou Lula para cerca de 120 mil manifestantes que enfrentaram o frio na avenida Paulista; "Nós temos que nos preocupar não é com o que está acontecendo comigo.
A gente tem que se preocupar é com o que está acontecendo com o nosso País, e com o povo brasileiro. Acontecendo com milhões de trabalhadores, que já perderam o emprego. Com milhares de jovens que não têm perspectivas de emprego"

A VINGANÇA DO TZAR DE CURITIBA VAI SAIR PELA CULATRA

"Moro condenou um cidadão – que ainda não foi condenado em definitivo - a passar um ano sendo obrigado a viver de esmola ou de caixa 2, já que não pode movimentar dinheiro legalmente", escreve o colunista Alex Solnik;
"Inexperiente que é, o suposto tzar – Putin daria boas risadas com a piada – a cada punhal que enterra no peito de Lula em vez de sangrá-lo o fortalece", avalia o jornalista; "Essa facada pecuniária já está provocando um enorme movimento nacional em prol de uma vaquinha – no caso, uma vacona – para Lula não morrer de fome", lembra ele; na noite dessa quinta-feira, Lula discursou para 120 mil pessoas na avenida Paulista, que enfrentaram o frio para declarar apoio ao ex-presidente

O QUE É AMEAÇA DE MORTE NOS DIAS ATUAIS?

FERNANDO HORTA EXPLICA:
"Para mim, uma prefeitura jogar água em cidadãos em situação de rua, ameaça-os de morte. Para mim, não pagar salários e deixar os servidores sem condições de sobreviver, ameaça-os de morte. Para mim, ordenar violência policial em manifestações públicas, com armas proibidas até em convenções sobre guerra, ameaça o povo de morte. Perseguições jurídicas, como a levada a cabo por Moro, ameaça a todos nós cidadãos. Enquanto perseguem uns, matam tantos outros de fome, frio ou com tiros mesmo. Estamos sitiados e Hobbes, no século XVII, já admitia o direito à rebelião contra um Estado sem limites", diz o historiador Fernando Horta

21 DE JULHO DE 2017 ÀS 06:11 // 247 NO TELEGRAM // 247 NO YOUTUB

PARA COMPRAR VOTOS DE RURALISTAS, TEMER SANCIONA “MP DA GRILAGEM”, QUE AUMENTA DESMATAMENTO E PREJUDICA REFORMA AGRÁRIA.

Jucá, que integra a Frente Parlamentar Agropecuária (FPA), conhecida popularmente como “bancada ruralista”, associada aos interesses do agronegócio, foi o relator da proposta no Senado. Ele aumentou a área limite para regularização, que passou de 1,5 para 2,5 hectares, além de ampliar o público-alvo da regularização e permitir que ocupantes anteriores a julho de 2008 participem do processo.

Leia-se no Financial Times a matéria sobre a agressão de Temer à Amazônia para comprar votos dos ruralistas. Os golpistas brasileiros não estão apenas nus, como o rei da fábula. Eles estão expostos até os ossos.

POR QUE OS TRABALHADORES ESTÃO PERDENDO NAS VOTAÇÕES DAS REFORMAS?

A origem das derrotas dos trabalhadores e trabalhadoras nas votações das reformas propostas pelo mercado capitalista, representado por Temer e companhia, tem raiz na composição do Congresso Nacional que saiu das urnas na última eleição. Confira neste post...
O Congresso que saiu das urnas em 5 de outubro de 2014, empossado em 1º de fevereiro de 2015 – já se demonstrou, perfil mais conservador que o anterior. Uma das bancadas que cresceram, e se mostra organizada, é a dos ruralistas, com 153 deputados. A sindical caiu de 90 para 51, enquanto a empresarial tem quatro vezes mais (217). Ela custa caro a Temer e ao país. Ela ajudou cassar Dilma e cobra caro para manter o atual golpista no cargo de presidente.
Mas o desequilíbrio não está apenas na correlação de forças. A diferença entre a composição da sociedade brasileira e sua representação legislativa é gritante em todos os recortes de comparação entre os eleitos e dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do IBGE. U…

POR ESSA O PSDB NÃO ESPERAVA

Após condenação sem provas de Lula pelo Juiz parcial de Curitiba, o PSDB quis ouvir a opinião dos seus seguidores em sua página oficial. O partido colocou três opções para escolha de seus simpatizantes que contou com  80.959 participantes. Veja no que deu.

Para 65.880, dos  80.959 simpatizantes do PSDB que participaram da enquete,  a decisão de Moro em condenar Lula sem provas foi  política.  Já está claro para todo mundo que a condenação de Lula faz parte da estratégia da direita para tirá-lo do par nas eleições em 2018.

 A elite capitalista que já perdeu 4 eleições seguidas para Lula e o PT sabem, que se Lula for candidato não tem pra ninguém. E mais, uma derrota não está nos planos do golpistas em 2018.

Ninguém mais tem dúvidas, a direita deu um golpe na Dilma, está golpeando os trabalhadores e quer aplicar outro golpe em Lula.