Pular para o conteúdo principal

É DIFÍCIL RECONHECER O ERRO, MAS EU ERREI

Errei quando pensei, que o governo golpista iria fazer uma média com os batedores panelas, a torcida uniformizada da CBF, aos que homenagearam Eduardo Cunha e trocaram a foto do seu perfil pela foto de Sergio Moro, o herói dos hipócritas.

Errei quando pensei que o governo golpista faria um governo de transição, melhor que os 13 anos de Lula e Dilma, utilizaria de todos os recursos disponíveis, maioria no Congresso, 400 bilhões de reservas cambiais, complacência da mídia golpista e maioria no Congresso para aprovar medidas que estancasse a crise, gerasse emprego e recuperasse a confiança do povo no governo e na economia,

Errei quando pensei que o governo ilegítimo aprovaria um saco de bondade para ganhar confiança e eleger um tucano por meio de eleições livres e democráticas.

Errei quando pensei que somente um governo nascido das urnas, teria coragem e legitimidade para revogar direitos, entregar o petróleo, as terras e as empresas públicas para multinacionais estrangeiras e contrárias aos interesses nacionais, como deseja o PSDB.

ERREI FEIO.  O Governo ilegítimo e golpista meteu a faca nas costas do povo sofrido, manipulado e usado pelo os movimentos de extrema direita, fascista golpista no dia seguinte a consolidação do golpe.

Pelo menos nisso ele foi honesto. Não fez média nenhuma. As propostas para revisão das normas constitucionais, para adequá-las ao modelo do golpe foi articulada e encaminhada ao congresso imediatamente:  Congelamento dos gastos públicos por 20 anos, terceirização, reforma da Previdência e da CLT, demissões incentivadas e sem incentivos, fim de políticas púbicas e desemprego em massa. Tudo isso para que? Para pagar a conta do golpe.

 E você meu que bateu panelas, foi as ruas em nome da moralização do país e viu o poder central ser ocupado por um presidente delatado e 8 ministros denunciados por corrupção tem todo o direito de   indignar-se novamente.


Dia 28/04/2017 tem revanche. Mostre a eles que você também errou, que reconhece seus erros e que irá corrigi-los em favor dos seus direitos  e de seus familiares.

Postagens mais visitadas deste blog

UMA HOMENAGEM A QUEM TANTO SE DEDICOU A ARTE E A CULTURA DE PIMENTA BUENO

Após nove anos de sua inauguração e sem condições de ser entregue a população, o Centro Cultural Antônio Augusto Neves foi reinaugurado nesta quinta feira, (23/11/2017). A reinauguração fez parte do rol de atividades e da programação que comemorou os 40 anos de emancipação político administrativo de Pimenta Bueno.
Dentre as tantas pessoas que sonharam e que esperaram por esta inauguração de fato, uma não estava presente, Valdinar de Souza Ferreira, uma das referências no meio artístico e cultural de Pimenta Bueno que perdeu a vida em um acidente de transito em julho de 2012 sem ver este projeto concluído.
Em meio a tantos homenageados e tantos agradecimentos às pessoas e autoridades que trabalharam e lutaram para que a cidade tivesse um espaço dedicado à arte e a cultura, Valdinar enfim foi lembrado e homenageado pela Vereadora Jordana Ferreira. Jordana fez questão de registrar  sua dedicação e amor pela arte e a cultura e lembrou  sua luta quase que  solitária em favor deste seguimen…

HUMOR - Amo ocê !

Declaração de amor a moda mineira.

Ocê é o colírio du meu ôiu.

É o chicrete garrado na minha carça dins.
É a mairionese du meu pão.
É o cisco nu meu ôiu (o ôtro oiu - eu tenho dois).
O rechei du meu biscoito.
A masstumate du meu macarrão.

Nossinhora!
Gosto dimais DA conta docê, uai.
Ocê é tamém:O videperfume DA minha pintiadêra.
O dentifriço DA minha iscovdidente.
Óiprocevê,
Quem tem amigossim, tem um tisôru!
Ieu guárdêsse tisouro, com todu carinho ,
Du Lado isquerdupeito !!!
Dentro do meu Coração!!!


AMO Ocê, uai!!!
Fassa favô de mandar pra todos seus amigus du coração
incrusive eu!!!


BRIGADO PELO CARIN cumqueu sempre pude contá!!!!

Contribuição da minha amiga Lucia.

A FAMÍLIA DO BRUNO E DA VANESSA AGORA ESTÁ COMPLETA, O MIGUEL CHEGOU

A chegada de um filho é sempre um momento único. Ainda mais quando é tão esperado como foi o caso do Miguel. Uma multidão de pessoas, amigos do casal Bruno e Vanessa estão em estado de graça por este acontecimento. Tivemos  a oportunidade, eu e Matilde,  de estar com eles em Alta Floresta à exatos  seis dias da chegada do Miguel e também de estar no Hospital São Paulo em Cacoal no dia em que ele nasceu. Registrei estes dois momentos que com certeza, serão inesquecíveis. O sorriso na cara e a batida do coração dava para ouvir e sentir à distância. Somente quem viveu o que eles estão vivendo sabe o tamanho desta emoção.