Pular para o conteúdo principal

Entenda a Operação Lava Jato sem a manipulação da mídia e seleção dos fatos


OPERAÇÃO LAVA JATO, FINANCIAMENTO DE CAMPANHA E REFORMA POLÍTICA: TRÊS FACES DE UMA MESMA QUESTÃO


As RECENTES PRISÕES realizadas na operação Lava Jato vieram no momento crucial em que o debate da reforma política está quente como nunca, presente na pauta do povo nas ruas. Mudar a forma como se faz política e se financiam políticos no Brasil é uma das grandes reivindicações dos movimentos sociais. Vivemos um momento histórico de investigação no Brasil, que está colocando atrás das grades corruptos e corruptores, não restando “pedra sobre pedra”.


COMBATE À IMPUNIDADE está sendo realizado fortemente e, ao contrário do que era feito antigamente, hoje as corrupções são investigadas e os culpados são punidos, doa a quem doer. Isso só está sendo possível graças à LEI Nº. 12.846 DE COMBATE À CORRUPÇÃO sancionada pela presidenta Dilma Rousseff, no final de 2013 e que entrou em vigor em janeiro deste ano.


A oposição tucana bem que tenta tirar o foco da operação e relacionar as prisões com Dilma, Lula e com o Partido dos Trabalhadores (PT), mas a verdade é que a presidenta é uma das maiores interessadas em dar fim à corrupção no país e punir os culpados pelos crimes.  A operação Lava Jato revelou ainda o envolvimento do PSDB com as empreiteiras investigadas pela operação. Das nove empreiteiras alvo da operação, SEIS DELAS FINANCIARAM A CAMPANHA PARA PRESIDENTE DO SENADOR AÉCIO NEVES , com um valor em torno de 20 milhões de reais. As empreiteiras envolvidas no escândalo são a Odebrecht, OAS, UTC, Queiroz Galvão, Andrade Gutierrez e Camargo Corrêa, que estão com seus diretores presos acusados de formação de cartel e corrupção de funcionários públicos.


A investigação revela também a atuação das empreiteiras no Cartel em São Paulo para a construção da Linha 5 do Metrô. De sexta feira até o último domingo (16), a operação Lava Jato já prendeu 23 pessoas, incluindo a prisão de um ex-diretor da Petrobras. A operação mostra ainda que o esquema de cartel das empreiteiras em obras da Petrobras TERIA COMEÇADO AINDA NA GESTÃO DO PRESIDENTE FERNANDO HENRIQUE CARDOSO (FHC), há pelo menos 15 anos!


É por isso que a reforma política está entre as prioridades de Dilma em seu segundo mandato, sendo considerada por ela como “A REFORMA DAS REFORMAS”. Em seu discurso de vitória e nas PRIMEIRAS ENTREVISTAS FEITAS COMO PRESIDENTA REELEITA, Dilma ressaltou a importância de fazer as reformas de que o Brasil precisa, principalmente a reforma política, que vai REDEFINIR AS ESTRUTURAS DO SISTEMA POLÍTICO BRASILEIRO e combater a corrupção. A reforma política com participação social é, pois, premente!


Importante ressaltar também a proposta de Dilma Rousseff sobre a participação popular no processo de reforma política no que se refere ao FINANCIAMENTO PÚBLICO DE CAMPANHAS POLÍTICAS. A ideia é promover a igualdade entre os candidatos e o debate de ideias acima do poder do capital, sendo esta a forma mais honesta de financiar uma campanha para NÃO PERMITIR QUE OS INTERESSES DOS FINANCIADORES SE SOBREPONHAM AOS INTERESSES DA POPULAÇÃO BRASILEIRA. Nas eleições de 2014, 360 dos 513 deputados eleitos contaram com financiamento de empreiteiras em suas campanhas. DENTRE AS EMPREITEIRAS INDICIADAS PELA OPERAÇÃO LAVA JATO, a OAS doou R$ 13 milhões para ajudar a eleger 79 deputados de 17 partidos; a Andrade Gutierrez gastou quase o mesmo valor em 68 campanhas vitoriosas a  deputados federais. A Odebrecht doou R$ 6,5 milhões para 62 deputados, a UTC deu R$ 7,2 milhões para 61 deputados, e a Queiroz Galvão, R$ 7,5 milhões para 57 deputados.


Para que o povo tenha voz e vez na política, e o combate à corrupção continue sendo realidade no país, queremos e defendemos a reforma política com participação popular JÁ!

Postagens mais visitadas deste blog

PRIMAVERA DE RONDÔNIA SE DESPEDE DE MARIO ANTONIO DA SILVA, UM ILUSTRE PIONEIRO

Seu Mario, como costumava ser chamado, partiu na madrugada dessa sexta feira, 20/03/2020 após  complicações cirúrgicas. Foram 23 dias internado em Ji-Paraná, onde passou por  cirurgia para desobstrução de uma artéria. 
A seu pedido, seu corpo foi velado em sua própria residência na cidade de Primavera de Rondônia, sendo sepultado no cemitério local. Devido a proibição de aglomeração de pessoas por conta do Corona vírus, o tempo de velório foi reduzido e muitos amigos não puderam se fazer presente naquela que foi, sua ultima passagem pela cidade que sempre amou.
Em setembro, Seu Mario completaria 57 anos de casado com Dona Idelma Cunha da Silva, com quem teve 02 filhos, 02 filhas, 13 netos e 06 bisnetos.

Nascido na cidade de Santa Juliana, Minas Gerais, onde conheceu sua esposa Ildema, eles tiveram passagem por Goiás de onde saíram em 1981 para morar em Rondônia.Sua primeira parada foi na Fazenda 03 Bacuris na Linha 65, hoje, município de Parecis.Em 1984, Seu Mário adquiriu um sítio na…

JI-PARANÁ: PT REALIZA PRIMEIRA REUNIÃO DO NOVO DIRETÓRIO ESTADUAL

O encontro aconteceu ontem em Ji-Paraná com análise de conjuntura estadual e nacional, prestação de contas, apresentações e debate sobre as eleições municipais deste ano.
O presidente Anselmo de Jesus abriu a reunião agradecendo a presença dos novos membros do Diretório Estadual, convidados e simpatizantes que lotaram o plenário da Câmara Municipal de Ji-Paraná. Em seguida, passou a palavra ao Deputado Lazinho da FETAGRO que fez uma retrospectiva de sua ação parlamentar em 2019 e as expectativas para 2020.
Davi Nogueira e Mauro Porto realizaram uma belíssima reflexão sobre a guinada conservadora e o avanço do neoliberalismo com sua faceta antidemocrática instalada no Brasil. Davi conceituou a palavra ideologia e  apresentou o viés ideologico que norteia as decisões do governdo de extrema direita de Jair Bolsonaro.

Davi Nogueira lembrou o conceito sobre ideologia defendido por Karl Marx onde ele afirma que poderemos compreender a função implícita ou explícita da ideologia, sua tentat…

COMUNIDADE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA SE DESPEDE DE CELIMAR

Na Igreja onde ela sempre serviu, sua foto estava sobre o Altar. Lugar reservado a quem tem as mãos limpas, um coração puro, quem não é vaidoso e sabe amar. Era assim que os amigos e amigas que ali estavam a descrevia. No rosto de cada um e cada uma, se percebia estampada uma grande dor pela separação, mas no coração todos guardavam a certeza do seu encontro definitivo com Deus. Pois todo aquele que nele crer jamais morrerá.
Frei Romeu destacou a sua dedicação à comunidade, a firmeza e coragem com as quais enfrentou a doença. Ela não se deixou abater, não se entregou e não abandonou o serviço e a preocupação com os outros mesmo diante de toda a dificuldade imposta pelo tratamento e suas idas e vindas de Barreto. Frei Paulino também fez considerações ao grande exemplo de fé e dedicação de Celimar e lembrou aos presentes que não precisamos esperar o dia de finados para rezar e homenagear nossos entes queridos. A comunidade Nossa Senhora de Fatima tem uma Missa especial dedicados a ele…