Este time joga na esquerda de Alta Floresta

Reunião ocorrida no ultimo sábado dia 13/07/13
Tive a honra e o prazer de contribuir com o debate interno do PT em Alta Floresta em preparação para nosso PED- Processo de Eleição direta que ocorrerá em novembro deste ano. Oportunidade em que ocorrerá a  renovação das direções municipais, estaduais e nacional do partido.

Na Plenária de Alta Floresta, resgatamos um pouco de nossa história, a origem de nosso projeto e revivemos as grandes vitórias que conquistamos ao longo de  nossos 33 anos de fundação. O PT é a segunda marca mais conhecida dos brasileiros e o partido que acumulou o maior capital politico dos últimos anos. Nossa experiência no movimento sindical, social, nas administrações municipais, nos governos de estado e os três mandatos consecutivos na Presidência da Republica, fez do PT o maior partido de esquerda da América Latina.

Somos um partido socialista. Defendemos o Estado do Bem Estar Social e lutamos contra o avanço do Neoliberalismo que nos fez figurar entre os países com maior concentração de renda do mundo. A pesar dos avanços das politicas de transferências de renda, da geração de emprego e dos investimentos em habitações, escolas técnicas, universidade, da luta contra a exclusão elétrica no campo e na cidade, apoio a agricultura  e investimentos no Norte e Nordeste para redução das desigualdades regionais e sociais, ainda somos um país injusto e temos muito que fazer.

Sabemos que em 10 anos de governo que somente está sendo possível, graças a aliança com alguns setores da sociedade conservadora, não se consegue realizar todas as mudanças necessárias. A estrutura politica, econômica e social que herdamos foi pensada para atender interesses dos grandes grupos econômicos.  E isso não se transforma em 10 anos de trabalho. Estamos enfrentando um cultura neoliberal que no passado jogava milhões de pessoas na miséria a cada ano e a cada crise. Combater a miséria e a pobreza respeitando todos as normas jurídicas e todas as amaras criadas para  dificultar a mudança, não é tarefa fácil.

O PT pode ter errado em alguns casos. Principalmente nas alianças necessárias celebradas com setores conservadores que deveríamos estar combatendo. Ninguém é perfeito. Mas a cada plenária de formação politica fica mais evidente para nossos filados e filiadas,  a diferença entre o projeto social que defendemos e as politicas neoliberais que combatemos. O Estado que defendemos tem por principio, apoiar a estrutura produtiva que gera trabalho e renda e fazer a correção dos desequilíbrios  sociais e regionais que durante séculos, transformou toda a riqueza produzida por todos  em privilegio de poucos.


É claro que muita gente odeia o PT.  É claro que os herdeiros dos 15 capitães donatários que herdaram todas as terras e todas as riquezas deste imenso Brasil, não desejam ver estas riquezas sendo distribuídas de forma democrática  com o conjunto dos trabalhadores e trabalhadoras. Trabalhadores estes,  que em alguns momentos de nossa história, trabalharam com  correntes amarradas aos pés para não fugir e mascaras de ferro na boca para não gritar. Este povo hoje grita, dança e canta, anda e participa das riquezas e das decisões. Este é o  Brasil que o PT  defende e que queremos continuar construindo em Alta Floresta e em todos os recantos do Brasil.

Postagens mais visitadas deste blog

PAROQUIA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA REALIZA ASSEMBLEIA PAROQUIAL E APROVA CALENDÁRIO DE ATIVIDADES 2019

PIMENTA BUENO - A DIFÍCIL TAREFA DE EQUILIBRAR AS CONTAS PÚBLICAS

Mudança de regime jurídico volta à ordem do dia em Pimenta Bueno e assusta os servidores e servidoras municipais.