Pular para o conteúdo principal

POR QUE A SAÚDE PIOROU?

Falta de recursos não é. De 2004 a 2008, os repasses para a saúde só tem aumentado. Em 2008 Pimenta Bueno recebeu 4.838.776,88 do Governo Federal, quantia 47,49% superior ao ano de 2004. No mesmo período, os repasses para Cacoal, para onde são enviados boa parte dos nossos pacientes, esse incremento na receita foi de apenas 31,51%.


Aumento populacional? Também não pode ser. O senso 2007 aponta uma população de 32.893 habitantes em Pimenta Bueno, se comparado ao penúltimo senso que ocorreu em 2000, estes índices permaneceram quase que inalterados.
Os gráficos em azul, mostram apenas os repasses do Governo Federal, mas ainda tem os repasses no Governo Estadual, que não sei se melhoraram. Até 2004 estes repasses dificilmente chegavam. Fora as transferências Federais e Estaduais, constitucionalmente o município deve repassar aos cofres da saúde, 15% do seu orçamento. Na ultima vêz que conversei com o Prefeito Augusto sobre este assunto, ele informara que estava repassando 19%, ou seja, 4% a mais do que o exigido por Lei.
As respostas para estas indagações devem estar na forma de gestão adotada na saúde de Pimenta Bueno. Pelo volume de recursos, a saúde poderia até não ter melhorado, mas piorar do jeito que piorou, tem que ter algo errado nesta gestão.

O que está sendo priorizado na saúde?
Sou testemunha da angustia do Prefeito Augusto em relação a este quadro. Testemunhei vários pedidos de ajuda do Prefeito à parlamentares da base aliada em busca de reverter esta situação. Tenho uma ligeira impresão, que parte da solução deste problema está dentro da própria saúde e talvez seja esta a parte mais difícil, por que depende de mexer com alguns interesses corporativos e políticos que acabam se transformando numa grande barreira para o executivo municipal.

Postagens mais visitadas deste blog

JI-PARANÁ: PT REALIZA PRIMEIRA REUNIÃO DO NOVO DIRETÓRIO ESTADUAL

O encontro aconteceu ontem em Ji-Paraná com análise de conjuntura estadual e nacional, prestação de contas, apresentações e debate sobre as eleições municipais deste ano.
O presidente Anselmo de Jesus abriu a reunião agradecendo a presença dos novos membros do Diretório Estadual, convidados e simpatizantes que lotaram o plenário da Câmara Municipal de Ji-Paraná. Em seguida, passou a palavra ao Deputado Lazinho da FETAGRO que fez uma retrospectiva de sua ação parlamentar em 2019 e as expectativas para 2020.
Davi Nogueira e Mauro Porto realizaram uma belíssima reflexão sobre a guinada conservadora e o avanço do neoliberalismo com sua faceta antidemocrática instalada no Brasil. Davi conceituou a palavra ideologia e  apresentou o viés ideologico que norteia as decisões do governdo de extrema direita de Jair Bolsonaro.

Davi Nogueira lembrou o conceito sobre ideologia defendido por Karl Marx onde ele afirma que poderemos compreender a função implícita ou explícita da ideologia, sua tentat…

PIMENTA BUENO - A DIFÍCIL TAREFA DE EQUILIBRAR AS CONTAS PÚBLICAS

FAZENDO AS CONTAS
Antes de iniciar este texto, preciso deixar claro minha posição em relação a atual gestão municipal e as pessoas do Prefeito e Vice-Prefeito de Pimenta Bueno. Em que pese estarmos de lados opostos no campo ideológico, devo dizer que cultivo um grande respeito e uma ótima relação com o Prefeito Arismar e seu Vice-prefeito, Valteir. Nada do que eu disser aqui, terá relação com a pessoa do prefeito e muito menos com seu mandato que acaba de iniciar. Vou tentar ser o mais imparcial possível e se não parecer, desculpe-me, pela visão.
Pimenta Bueno inicia 2019 com nova gestão e velhos problemas, uma pauta que inclui:
·Reajuste do IPTU
·Descontentamento da população com a situação das ruas e estradas
·Reclamação de mau atendimento no hospital Ana Neta
·Demissão de professores
·Corte na gratificação de servidores da educação em cargos gratificados
·Pressão dos professores em sala de aula por gratificação de 5% sobre os seus vencimentos
·Pressão do Legislativo sobre o Executivo por m…

COMUNIDADE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA SE DESPEDE DE CELIMAR

Na Igreja onde ela sempre serviu, sua foto estava sobre o Altar. Lugar reservado a quem tem as mãos limpas, um coração puro, quem não é vaidoso e sabe amar. Era assim que os amigos e amigas que ali estavam a descrevia. No rosto de cada um e cada uma, se percebia estampada uma grande dor pela separação, mas no coração todos guardavam a certeza do seu encontro definitivo com Deus. Pois todo aquele que nele crer jamais morrerá.
Frei Romeu destacou a sua dedicação à comunidade, a firmeza e coragem com as quais enfrentou a doença. Ela não se deixou abater, não se entregou e não abandonou o serviço e a preocupação com os outros mesmo diante de toda a dificuldade imposta pelo tratamento e suas idas e vindas de Barreto. Frei Paulino também fez considerações ao grande exemplo de fé e dedicação de Celimar e lembrou aos presentes que não precisamos esperar o dia de finados para rezar e homenagear nossos entes queridos. A comunidade Nossa Senhora de Fatima tem uma Missa especial dedicados a ele…